Author Topic: Welcome to SMFNew  (Read 41 times)

SMFNew

  • Guest
Welcome to SMFNew
« on: July 02, 2014, 01:30:13 am »
Welcome to SMFNew!

We hope you enjoy using your forum. If you have any problems, please feel free to visit http://support.smfnew.com to ask us for assistance.

Thanks!
SMFNew

Share on Facebook Share on Twitter


мαsŧєr

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Posts: 11
  • Bark at the Moon
    • View Profile
Re: Welcome to SMFNew
« Reply #1 on: July 01, 2014, 05:27:45 pm »
Quem não se lembra da Professora Sprout, de Herbologia, a pegar numa mandrágora que guinchava sem parar? Entre as páginas do livro Harry Potter e a Câmara Secreta de J.K. Rowling, e de obras como Romeu e Julieta de William Shakespeare, ou até em imagens de filmes como Labirinto do Fauno de Guillermo Del Toro, a mandrágora está presente e desperta a curiosidade de quem a vê. De nome científico Mandragora officinarum L., a mandrágora é uma planta, em tempos considerada medicinal, cuja história é longa e povoada de lendas, que envolvem as civilizações hebraica, grega e romana. A mandrágora é uma planta perene e que tem uma grande raiz principal, bifurcada e muito ramificada, e que por vezes, adquire a forma humana. As folhas têm 30 centímetros e são verde-escuras, ovadas, basais e as flores são de cor amarela ou púrpura. Os frutos por ela originados são carnosos e de cor amarela, sendo aromáticos e tóxicos.

A mandrágora, planta que tem várias espécies e não apenas a referida, pertence à família botânica Solanaceae, é conhecida na história de várias civilizações por diversos nomes. A sua nomenclatura foi evoluindo ao longo dos anos, até que o nome científico que conhecemos hoje – Mandragora officinarum L. – foi dado pelo botânico sueco Carl von Linné, que criou a chamada nomenclatura binomial. O nome mais abrangente desta planta, provém do inglês mandrake, ou seja; por um lado man (homem), devido à raiz que parece ter uma forma humana, por outro drake (derivado de dragão), que faz alusão aos poderes mágicos. Sempre foi uma planta muito valorizada, quando a raiz chegou à Inglaterra, era vendida por cerca de 500 Libras.



Teofrasto, filósofo grego, que escreveu o primeiro tratado sobre plantas, contou no livro Enquiry Into Plants II, a história da lenda das mandrágoras que passamos a citar:

"O herborista só o poderia fazer à noite. Primeiro, teria de se inclinar em direção do sol poente e homenagear as divindades infernais, isto é, as forças telúricas. O produtor deveria desenhar três círculos ao redor da planta com a sua espada de ferro virgem. Então, de frente para o oeste para evitar feitiços, ele deveria cortar porções das raízes secundárias. Em seguida, não deveria proceder pessoalmente à colheita pois, no momento em que era arrancada, a planta lançava um grito que matava ou enlouquecia aquele que o ouvisse. Por isso, depois de ter cuidadosamente tapado os ouvidos com cera, o herborista amarrava um cão à planta e atirava-lhe um pedaço de carne um pouco além do seu alcance. O cão corria e caía morto. Mas a mandrágora estava arrancada. Uma colheita tão perigosa merecia uma grande retribuição. Mas que importância tinha, já que a mandrágora reembolsava largamente seu comprador. Bastava fechá-la num cofre para que ela dobrasse o número de moedas que ele continha."

Acreditava-se realmente que a mandrágora tinha poderes mágicos, tendo sido associada muitas vezes a rituais de bruxaria, e que servia como tratamento, por exemplo, para a infertilidade. Ao longo de vários séculos, autores clássicos como; Sócrates, Demóstenes, Macróbio e Teodoreto, escreveram sobre as propriedades soníferas e anestésicas desta planta. A mandrágora foi considerada por várias civilizações como tendo propriedades medicinais, narcóticas e afrodisíacas. Ainda que hoje em dia, existem vários estudos que fundamentam a presença de elementos químicos (alcaloides), que concedem propriedades alucinogênias à planta.

Todas as mandrágoras contêm alcaloides (atropina, escopolamina, etc.) que provocam delírios e outros efeitos hipnóticos e depressivos, que podem causar muitos outros sintomas como; bradicardia, delírios, vômitos e até mesmo a morte. De certo modo, a mandrágora começa a surgir como uma planta associada a tratamentos. Antigamente, transpunha-se a forma da planta para aquilo que ela tratava, se tinha a forma de rim, tratava os rins, como a mandrágora era a planta que tinha uma raiz de forma humana, então achavam que curava tudo. Apesar de estas plantas terem sido muito usadas a nível medicinal, não há conhecimento, segundo o docente, de nenhum medicamento feito a partir delas.

Textos Bíblicos

Durante a colheita do trigo, Rúben saiu ao campo, encontrou algumas mandrágoras e as trouxe a Lia, sua mãe. Então Raquel disse a Lia: "Dê-me algumas mandrágoras do seu filho."

E ela lhe disse: "É já pouco que hajas tomado o meu marido, tomarás também as mandrágoras do meu filho?" Então disse Raquel: "Por isso ele se deitará contigo esta noite, pelas mandrágoras de teu filho."

Vindo, pois, Jacó à tarde do campo, saiu-lhe Lia ao encontro, e disse: "A mim possuirás, esta noite, porque certamente te aluguei, com as mandrágoras do meu filho." E deitou-se com ela, aquela noite. (Gênesis 30:14-16)

As mandrágoras exalam o seu perfume, e às nossas portas há todo o gênero de excelentes frutos, novos e velhos; ó amado meu, eu os guardei para ti. (Cantares 7:13)

Algumas Curiosidades

– Por sua raiz antropomórfica (com forma humana) e por serem hermafroditas (possuírem dois sexos), são consideradas plantas mágicas. Os magistas costumavam esculpir suas raízes e, acrescentar detalhes, para serem usadas como "fórmulas do amor".

– Ainda hoje é usada por magistas, principalmente em magias de proteção, aumento do poder pessoal, coragem e amor. Por ser um poderoso concentrador fluídico, basta deixá-la por três dias de baixo de sua cama, para carregá-la com seu poder pessoal, durante a Lua Cheia.

– Foram apelidados pelos árabes como "as maçãs do diabo", por terem propriedades consideradas afrodisíacas.

– Nos textos bíblicos, elas estão sempre relacionadas ao romance. O nome em hebraico é Dudhaim, cuja raiz linguística é a mesma da palavra amor e, está associada a palavra Dodim, que significa amantes.

– Os antigos feiticeiros, possuíam figuras esculpidas com a mandrágora ou as mantinham em vasos, supondo que as tendo em casa, poderiam atrair diversos benefícios, como proteção e prosperidade.

– Alguns, tratavam a raiz como uma criatura animada, acreditando que essas, poderiam até predizer o futuro. Em alguns casos, serviria até mesmo para abrigar um espírito.

– No século XVI, queimavam mandrágoras e guardavam as cinzas com todo o cuidado, envolvendo-as em lenços de seda ou linho, na crença de que isso traria felicidade.

– No folclore anglo-saxão, há registros de que a mandrágora era utilizada para expulsar demônios, e também era desidratada por alguns, para ser usada como amuleto de proteção.

– Mantida em determinadas condições de calor e umidade, a raiz grossa e marrom da mandrágora, pode liberar alguns gases e vapores, que às vezes, eram chamados de "fogo fátuo" pois, acreditava-se, que era uma espécie de espírito que saía da planta.

– Existia uma crença de que as raízes talhadas com formas humanas, responderiam aos questionamentos de seus donos, como se a planta ganhasse vida própria.

– Na Idade Média, as pessoas afirmavam que as mandrágoras cresciam mais, quando eram plantadas sob a forca de assassinos executados.

– Durante a inquisição, a mandrágora era tida como planta maldita, por ser atribuído à ela, poderes místicos. As penas, imputadas à quem era encontrado com mandrágoras, eram severas.

Poção de Mandrágora para Exorcismo

Ingredientes:

✔ 1 colher de sopa de raiz de mandrágora fresca, picada em pedacinhos, ou então 1 colher de chá de sua raiz seca e moída;
✔ 1/2 colher de chá de fumária seca;
✔ 1/2 colher de chá de milefólio seco;
✔ 2 xícaras de água-benta.

Modo de Fazer:

Coloque a raiz da mandrágora juntamente com as outras ervas secas, dentro do Caldeirão. Ponha água, à parte, dentro de uma chaleira, e leve ao fogo para ferver. Depois que a água estiver fervida, despeje-a, sobre as ervas que estão no Caldeirão. Cubra-o com uma tampa, e deixe que a infusão descanse por aproximadamente quinze minutos, enquanto recita o seguinte Encantamento:

"Por meio destas meras palavras repetidas,
Eu encanto esta Infusão das Bruxas.
E que todo o mal se desfaça,
Ao te ver e ao sentir teu cheiro!"


Coe o líquido, transfira-o para uma garrafa de vidro e deixe que ele esfrie completamente, antes de utilizá-lo. Enterre as plantas restantes como forma de oferenda para a Mãe Terra, agradecendo pelas ervas mágicas, que Ela lhe deu de presente.

Segundo antigas lendas europeias, as entidades demoníacas não conseguem tolerar a aparência ou o odor de qualquer parte da mandrágora, principalmente da sua misteriosa raiz mágica. Portanto, um modo simples e eficaz de livrar a casa ou qualquer outro local das forças indesejáveis do mal, é aspergir essa Poção Mágica em torno da área que precisa ser exorcizada, no período da Lua Minguante.

Uma ressalva a ser feita: NÃO pode ser ingerida!

E justamente, porque ela exala um odor muito forte, recomendo que a prepare fora de casa, de preferência numa fogueira ou alguma churrasqueira que haja no quintal. Mas, se não lhe for possível fazer este trabalho na parte externa da casa, procure manter todas as janelas da cozinha abertas. A raiz de mandrágora, pode ser substituída no Brasil pela raiz de melão de São Caetano – Momordica charantia L. – que também possui forma humana e, os mesmos poderes e virtudes mágicas da mandrágora europeia.
« Last Edit: July 29, 2014, 12:18:49 pm by мαsŧєr »

мαsŧєr

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Posts: 11
  • Bark at the Moon
    • View Profile
Re: Welcome to SMFNew
« Reply #2 on: July 22, 2014, 03:21:51 pm »
Saudação Antiga à Cruz de Caravaca

Salve, Santo Lenho, que pela vontade de Deus, os anjos trouxeram da cidade abençoada de Jerusalém. Salve, verdadeiro amigo, protetor espiritual, que realmente sofreu os ataques dos inimigos e venceu. Salve, Jesus, Senhor dos Mundos; permiti, nosso Pai, que sejamos dignos de alcançar a sua ajuda. Livrai-me, Santo Lenho, das insídias do Diabo, da perseguição dos inimigos ocultos e declarados, e fazei com que eu mereça viver feliz por mérito do vosso mistério. Concedei que eu receba o que for merecido, pois sei que nada no mundo se passa sem que haja uma causa e a cada ação corresponde uma reação. Assim, Senhor, fazei com que eu tenha consciência dos meus erros e, aferrado à Cruz de Caravaca, eu melhore meus atos para alcançar a paz e as bem-aventuranças. Amém.

Rezar uma Ave Maria e um Credo.

Oração pelo Poder da Santa Cruz

Contra as obsessões por maus espíritos e as perseguições dos demônios.

Sinal da Cruz †

Senhor meu Jesus Cristo, Verbo feito carne, que fostes pregado na Cruz e que estais sentado à direita do Deus Pai; pelo vosso santo nome, que sendo pronunciado faz com que os anjos nos céus e os demônios no inferno se ajoelhem, rogo-vos que escuteis as preces dos que depositam confiança e têm fé em Vós, que vos digneis preservar o vosso servo (nome); pelo vosso santo nome, pelos méritos da Santíssima Virgem, vossa mãe, pelas orações de todos os santos, os sacrifícios de todos os mártires e o merecimento de todas as virtudes, protegei-nos de todos os ataques e malefícios da parte dos demônios e dos maus espíritos, Vós que viveis com Deus Pai, na unidade do Espírito Santo, amém. Eis a Santa e Verdadeira Cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, garantia da nossa salvação, da nossa vida eterna e fonte de onde dimana a confusão e a derrota de todos os demônios e espíritos malignos. Correi, desaparecei daqui, demônios, encarniçados inimigos da humanidade. Espíritos das trevas, diabos, seres das faces sombrias, larvas, entes dos mundos inferiores, todos os que se oponham aos desígnios do Altíssimo Senhor Deus e do seu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, estejam ou não aqui presentes, achem-se ou não daqui afastados e ausentes, qualquer que tenha sido o motivo que vos trouxe, tenhais sido chamados, convidados, conjurados ou enviadas por força, ameaça ou artes mágicas e feitiçarias de homem ou de mulher, para atormentar esta criatura ou obsedá-la, conjuro-vos que a deixeis em paz, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, em nome de Jesus Cristo. Em nome do grande Deus vivo, com a autoridade do arcanjo São Miguel, que venceu a todos os demônios, ordeno que, sob nenhum pretexto nem motivo, façais mal a (nome), seja no seu corpo, seja por aparição, nem de dia nem de noite, nem acordado nem dormindo. Se não obedecerdes a este conjuro, sereis novamente precipitados nas chamas eternas de onde viestes, pelo arcanjo São Miguel. Se estais executando algum mal por feitiçaria, esse malefício e essa feitiçaria serão anulados, pelo poder e virtude de Deus Pai, pela sabedoria de Deus Filho, pelo esplendor e bondade do Espírito Santo. Enfim, por Aquele que cumpriu a lei que era, é e será sempre omnipotente. Pelo sinal da Cruz, afaste-se de (nome) todo o mal, fujam de (nome) todos os demônios, maus espíritos, seres das faces sombrias, larvas, entes dos mundos inferiores, almas sofredoras. Seja (nome) protegido pelas bênçãos dos santos anjos e arcanjos, patriarcas, profetas, apóstolos, mártires, virgens, todos os santos e santas, bem-aventurados e beatos. Fujam todos os demônios, espíritos maus e obsessores, da presença de (nome), que está protegido pelo sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, derramado na Santa Cruz. Pelo poder de Jesus Cristo, que veio à terra sofrer por todos os homens na Cruz, afastai-vos, demônios, espíritos maléficos e obsessores. Em nome de Jesus Cristo, pela força do arcanjo São Miguel, fugi, potências infernais. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Rezar um Credo, um Pai Nosso e três Ave Marias.

Prece pela Cruz de Caravaca

[size=11]Para começar o dia e ter sucesso em todas as atividades.[/size]

Senhor, neste dia que começa, venho pedir-te paz, alegria e sorte. Envolve-me, Senhor, na tua luz, hora a hora, instante a instante, após cada trabalho de meu dia. Que a tua ajuda seja minha companheira neste dia que começa, quando o astro solar brilha e ilumina tudo, as árvores, os campos, as cidades e tudo que vive e respira. Que, pela força da Cruz de Caravaca, eu, neste dia que se inicia, encontre amigos, sejam pessoas passantes ou colegas de trabalho, simpatizantes ou simples pessoas que se encontrarem comigo. Que, pela força da Cruz de Caravaca, eu possa conviver bem com todos, com familiares, com a pessoa a quem amo, com meus superiores no trabalho. Que eu tenha a todos eles como amigos, e não como inimigos, pois ao ouvirem a minha voz eles sorrirão; ao sentirem a minha presença, eles estarão satisfeitos; ao verem a minha vitória, eles se sentirão vitoriosos também. Que a luz do dia que começa seja para mim a luz da vitória, pois tenho sofrido injustiças, tenho sentido dores na alma e no corpo, e agora peço a paz e a satisfação. Reveste-me de luz, Senhor, pois as trevas existem, mas elas não têm o teu poder. Que eu possa mostrar a todos a tua verdade e a minha vitória, Senhor. Dai-me paz e fraternidade. Amém.

Oração pela Santa Cruz às Almas do Purgatório

[size=11]Esta oração deve ser recitada diante de um crucifixo, com duas velas acesas.[/size]

Sinal da Cruz †

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Do abismo profundo em que me achava clamei a Vós, Senhor. Senhor, ouvi a minha voz. Sejam vossos ouvidos atentos às minhas súplicas. Senhor, se não relevardes as nossas iniquidades, quem poderá permanecer na vossa presença? Mas sois misericordioso, e esperarei em Vós, Senhor, confiando na vossa lei. A minha alma esperou no Senhor, a minha alma teve confiança na sua palavra! Assim todo Israel tenha esperança no Senhor, desde a aurora até a noite; pois o Senhor é misericordioso e nele encontramos redenção eterna. Ele há de perdoar a Israel todas as suas iniquidades. Deus, redentor e criador de todos os homens, concedei às almas que sofrem no purgatório a remissão dos seus pecados. Vós, que sois o supremo juiz e senhor de todos os vivos e de todos os mortos, sede misericordioso para com aqueles que ainda estão sendo purificados dos seus pecados, nas chamas do purgatório. Que essas almas alcancem da vossa clemência, pela intercessão de Maria Santíssima e de todos os santos e santas, o perdão dos seus pecados. Suplico-vos, Senhor Deus, pelo sangue que nosso Senhor Jesus Cristo derramou na Santa Cruz pela salvação do gênero humano, atendei à minha prece. Dignai-vos, Senhor, ouvir a minha súplica, usando de bondade e de misericórdia para com as almas sofredoras, tirando-as da expiação do purgatório e levando-as para o gozo e descanso eterno na vossa morada celestial. Por Jesus Cristo, nosso Senhor, que convosco vive e reina na unidade com o Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos. Amém.

[size=11]Rezar um Credo, três Pai Nossos e três Ave Marias.[/size]

Oração do Romeiro aos pés da Sagrada Cruz

[size=11]Quem recitar esta divina oração com muita fé, divulgando-a, alcançará a graça que mais necessitar, por intermédio da Sagrada Cruz em que foi crucificado o Nosso Salvador, pois Deus nunca faltou a quem com fé a Ele recorre.[/size]

Salve, Sagrada e milagrosa Cruz em que padeceu Nosso Senhor Jesus Cristo pelos nossos pecados, ajoelho-me aos Vossos pés, depois de longa jornada a fim de adorar Aquele que por nós se sacrificou. Meu Deus e meu Senhor Jesus Cristo, lembrai-vos de mim, agora e na hora da minha morte, e guardai-me para que o meu corpo seja preservado de todos de todos os perigos e males e a minha alma seja defendida dos ataques do demônio. Abri os nossos olhos Senhor, para que vejamos o abismo em que tombam os pecadores. Inspirai-nos, Senhor Jesus, para que não desprezemos os pobres, os doentes, os enfermos e os perseguidos pelas calúnias e injustiças humanas. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oração da Santa Cruz de Caravaca

Deus te salve, Santa Cruz, onde Cristo foi crucificado e onde me penitencio da minha vida de pecados, benzendo-me com o Sinal da Cruz (†). Santa e Sagrada Cruz onde Cristo foi crucificado, ampara-me e salva-me dos pecados mortais, das presas dos bichos, das flechas dos índios, dos naufrágios e das febres, do poder do demônio, do inferno, das chamas do purgatório e do poder dos meus inimigos materiais e espirituais. Livra-me Santa Cruz das guerras e da morte violenta, das pestes, das dores e das humilhações, dos acidentes e dos suplícios, dos sofrimentos físicos e espirituais, de todas as doenças e das aflições e tormentos, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (†). Guarda-me, Santa Cruz, na hóstia santa e consagrada, no cálice bento, no manto da virgem e no sudário de Cristo para que nenhum raio ou veneno me atinjam, nenhum instrumento ou animal me ofendam, nenhum olho me afete ou faça mal, nenhum ferro ou aço, ou bala me corte as carnes. Santa Cruz, onde Cristo foi crucificado e onde escorreu seu santo sangue, pela última lágrima de Seu corpo, pelo último suspiro do seu corpo, que todos os meus pecados e crimes sejam perdoados e que nenhum braço me tolha, nem laço me prenda, nem ferro me detenha. Toda a chaga em meu corpo será curada pelo poder do sangue de Cristo, escorrido em ti, Santa Cruz. Todo o mal que se aproximar de mim será crucificado em ti, como Cristo o foi. Toda maldade contra mim será enterrada a seus pés. Encanta-me, Santa Cruz, pelo poder de Jesus Cristo, para que eu seja protegido contra todo poder e a força da justiça esteja do meu lado. Para que eu seja salvo da morte e da desgraça, para que prisões não me segurem e para que a sorte seja minha companheira. Contigo, em Cristo e na Glória do Pai eu andarei e me salvarei, serei procurado, mas não serei achado, serei caçado, mas não serei ferido, serei alvo, mas não serei caça. Quando me procurarem na terra, estarei no ar. Quando me quiserem no ar, me esconderei na água. Quando me buscarem na água, estarei me aquecendo ao fogo santo da Santa Cruz, na Glória de Deus Pai Todo-poderoso, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oração da Festa de Exaltação da Santa Cruz

Deus onipotente, cujo Filho, nosso Salvador Jesus Cristo, foi suspenso na Cruz pela qual ele pôde atrair toda a humanidade para si: misericordiosamente permiti que nós, que nos rejubilamos no mistério da nossa redenção, possamos receber a graça de tomar nossa cruz e seguir a ele que vive e reina convosco e com o Espírito Santo, Deus uno, na glória eterna. Deus, cujo Filho bendito, tornado instrumento de uma morte infamante, pôde por sua Paixão tornar-se para nós o caminho da vida e da paz; concedei que nos rejubilemos na Cruz de Cristo, que possamos alegremente sofrer vergonha e dano por amor de vosso Filho, nosso Salvador Jesus Cristo, que vive e reina convosco e com o Espírito Santo, Deus uno, para todo o sempre. Amém.

Invocação da Cruz de Caravaca

[size=11]A invocação a seguir deve ser feita em casos de grande perigo, de preferência reze de joelhos.[/size]

Sinal da Cruz †

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Pela Santíssima Cruz em que Vós, Nosso Senhor Jesus Cristo, padeceste e morreste, salvai-nos. Estendei sobre mim vossa graça. Dai-me a colher os frutos da Cruz, símbolo do Vosso Sacrifício. A Vós suplico proteção, pela Santa Cruz de Caravaca, e aos vossos pés me abrigo. Valei-me, pela minha fé. Assim seja, amém.

Grande Oração da Cruz de Caravaca

[size=11]Esta oração deve ser rezada diante de um crucifixo com seis velas acesas. Se houver várias pessoas presentes, todas devem permanecer ajoelhadas, excepto a que recita a oração; esta deve rezar de pé, ajoelhando-se somente no final, no momento indicado. Quando se trata de uma graça pessoal ou particular, a oração deve ser rezada em voz baixa e a pessoa rezará sem estar acompanhada por qualquer outra pessoa. Esta oração pode ser recitada à meia-noite, mas será preferível rezá-la às 3 horas da tarde, hora em que Jesus expirou na cruz.[/size]

Sinal da Cruz †

Nós vos adoramos, Senhor Jesus, e vos bendizemos porque, com vossa Santa Cruz, remistes o mundo. Pequei, Senhor, e tenho sempre o meu pecado diante dos olhos; mas fazei, Senhor Jesus, que eu ouça as vossas palavras e me alegre na vossa misericórdia. Restitui-me, Senhor, a alegria do vosso amparo e dai-me a força que me confirma na prática do bem. Não desprezeis, Senhor meu Deus e Salvador, as minhas preces. Nós vos adoramos, Senhor Jesus, e vos bendizemos porque, com vossa Santa Cruz, remistes o mundo. Nós vos louvamos, Senhor Deus, a Vós que sois louvado pelos céus, a Vós que todas as potestades, serafins, querubins, arcanjos e anjos proclamam: Santo, Santo, Santo Senhor dos Exércitos», por todos os séculos. Meu Senhor Jesus, a Vós que, derramando vosso santíssimo sangue na Cruz nos abristes o caminho do Céu, rogamos a vossa bênção. Compadecei-vos de nós, Senhor. Suplicamos a vossa clemência e que nunca desampareis os vossos servos, que imploram a vossa graça. Salve Cruz Gloriosa, Santo Madeiro! (†) Diante da vossa Cruz, nós vos imploramos, Senhor Jesus, meu Deus e meu Redentor, que vossa misericórdia nos conceda a graça de (mencionar o pedido). Pelas vossas cinco chagas, pela vossa coroa de espinhos, pelos cravos que feriram os vossos pés e mãos, atendei-nos, Senhor, e lavai os nossos pecados. Bendita Cruz, em que foi cravado nosso Senhor Jesus Cristo, estendei sobre nós os vossos braços protetores. Defendei-nos, Sagrado Lenho, das tentações demoníacas. Santa Cruz, nós viemos a ti, como ao nosso verdadeiro abrigo e fortaleza, nosso escudo e arma, nossa luz e salvação dos perigos, doenças, crimes e pecados. Meu Senhor Jesus Cristo, sede meu mestre e meu amigo, concedei-me com o perdão dos meus pecados a graça de (mencionar o pedido). Aliviai nosso coração aflito, confortai nosso ânimo, iluminai nosso espírito e dai-nos coragem para evitarmos o pecado. – Ajoelhar-se – Eis o Lenho da Cruz em que se prendeu a Salvação do mundo. Louvado seja o Senhor, para sempre seja louvado. Amém.

[size=11]Rezar um Credo, um Pai Nosso e uma Ave Maria.[/size]
« Last Edit: July 22, 2014, 07:18:23 pm by мαsŧєr »

мαsŧєr

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Posts: 11
  • Bark at the Moon
    • View Profile
Re: Welcome to SMFNew
« Reply #3 on: July 22, 2014, 03:25:36 pm »
O Lado Sombrio do Arco-íris – The Dark Side of the Rainbow – é o nome dado ao efeito criado ao tocar o álbum conceitual do Pink Floyd; The Dark Side of the Moon de 1973, simultaneamente com o filme de 1939, O Mágico de Oz. O efeito consiste no fato de que, há diversos momentos, em que uma obra corresponde a outra, seja por parte das letras das músicas ou pela sincronia audiovisual. O nome do efeito, vem da combinação do título do disco The Dark Side of the Moon (O Lado Sombrio da Lua) – uma metáfora, para ilustrar os conceitos do lado negativo da mente e da vida – e da icônica canção do filme Over the Rainbow (Além do Arco-íris).



Apesar de famoso, a origem do efeito é misteriosa, bem como as ocorrências que levaram à sua descoberta. Em 1994, fãs do Pink Floyd discutiram o fenômeno, no grupo de discussão da Usenet. Naquele ponto, já não mais se sabia de quem foi a ideia de combinar as duas obras. Desde então, passou a ser constantemente abordado pela cultura popular. Em Agosto de 1995, um jornal em Fort Wayne, Indiana; publicou o primeiro artigo na grande mídia sobre a sincronicidade. Logo após, vários fãs começaram a criar sites onde descreviam suas experiências, procurando catalogar os momentos de sincronia. O efeito ganhou mais notoriedade em Abril de 1997, quando um DJ de uma rádio de Boston, discutiu o fenômeno no ar, levando a mais uma série de artigos na mídia e um segmento no MTV News.

Os fãs, já conseguiram compilar mais de 100 momentos de conexão entre o filme e o disco, incluindo algumas que são obtidas quando o disco é repetido, para se encaixar com o excedente do filme. Por exemplo, o verso balanced on the biggest wave (equilibrando-se na maior onda) de Breathe, é cantando enquanto Dorothy, se equilibra em cima de uma cerca; who knows which is which (quem sabe quem é quem) de Us and Them é cantado enquanto as bruxas boa e má se confrontam; the lunatic is on the grass (o lunático está na grama) de Brain Damage, é cantado enquanto o Espantalho, cujo corpo é preenchido com grama seca, age freneticamente como um louco; e as batidas de coração ressoam, enquanto Dorothy, encosta seu ouvido no peito do Homem de Lata.



A capa do disco, consiste em um prisma sendo atravessado por uma feixe de luz branco, que do outro lado, torna-se colorido. Esta pode ser uma referência ao fato do filme começar Preto e Branco e se tornar Colorido. Essa questão, também pode ser notada metaforicamente no começo da música Money, quando Dorothy, abre a porta da casa depois do tornado – The Great Gig in The Sky – e vê o mundo ao seu redor colorido. Em um especial da MTV sobre o Pink Floyd em 2002, a banda negou qualquer relação entre o disco e o filme, dizendo que na época da gravação de Dark Side, não havia tecnologia para reproduzir o filme no estúdio, ao mesmo tempo que, gravavam o álbum. Em 3 de Março de 2006, na conferência Canadian Music Week, em Toronto, o engenheiro de som do disco, Alan Parsons, afirmou para a plateia durante uma sessão de perguntas e respostas, de que não houve nenhum esforço de integrar o disco com o filme.

Os membros da banda, repetidamente insistem que o "fenômeno", é pura coincidência. Em uma entrevista para o 25º aniversário do disco, o baterista Nick Mason, negou que o disco foi escrito intencionalmente para ser sincronizado com Oz, dizendo que: "Algum cara com muito tempo livre, teve essa ideia de combinar O Mágico de Oz com Dark Side of the Moon". Pink Floyd, era uma banda underground ainda, quando lançou Dark Side em 1º de março de 1973. Apesar do reconhecimento da crítica, o grupo ainda não tinha atingido o grande público, até o lançamento do álbum.

Vídeo com o suposto sincronismo entre o Filme e o Disco:

[youtube]0gXvVUg-VAE[/youtube]

Fato é que, ao darmos play no LP, justamente quando o célebre leão da MGM, acaba de rugir pela terceira vez na vinheta de abertura, encontramos uma série de momentos em que a junção som e imagem, dão sentido ao enigmático projeto. O álbum ao vivo P.U.L.S.E. (Editado em 1995), cujo set-list incluí Dark Side of the Moon na íntegra, traz algumas referências à sincronia. A fala masculina em Great Gig In The Sky, que originalmente dizia: "I never said I was frightened of dying" (Eu nunca disse que tinha medo de morrer), mudou para: "I never said I was frightened of Dorothy" (Eu nunca disse que tinha medo de Dorothy). A ilustração da capa – um disco imitando um globo ocular, com um sol sendo eclipsado substituindo a íris – traz escondida algumas imagens referentes ao filme, como; uma ilustração de uma garota com sapatos vermelhos, e a silhueta do Homem de Lata. Apesar de muitos acharem que essas referências fortalecem a teoria de que, o efeito foi de fato planejado, a fala e as imagens podem ter sido ideia da Sony BMG, aproveitando o auge de euforia em torno do efeito na época, e provavelmente, sem nenhum aval ou mesmo conhecimento do feito, por parte de algum integrante da banda.

Alguns exemplos das coincidências entre as duas obras:

– A introdução Speak to Me muda para Breathe, de acordo com a mudança do nome, nos créditos iniciais.
Breathe muda para On the Run, quando Dorothy cai da cerca.
– A cauda do cachorro Totó, se move conforme os ruídos em On the Run.
– Quando Dorothy canta pela primeira vez no filme, ela olha para o céu, enquanto são ouvidos sons de avião na música.
– Os sons de relógios na introdução de Time, começam a tocar, assim que Elvira Gulch aparece na bicicleta, e cessam, assim que ela desce da bicicleta.
The Great Gig in the Sky, se inicia, assim que o tornado se aproxima, e suas mudanças de ritmo, combinam com o clima no filme.
Money, tem início, logo quando Dorothy, abre a porta para o Mundo de Oz, e o filme deixa de ser Preto e Branco, e se torna Colorido.
– As bailarinas, dançam ao ritmo de Us and Them.
– Quando a bruxa má aparece, a música fala black, referencia à sua roupa preta.
– Quando a bruxa má morre, escuta-se gritos, do começo da música Speak To Me - Breathe.
– Tia Em, aparenta dizer leave (parta) para Dorothy, ao mesmo tempo em que é dito o verso leave, but don't leave me (vá embora, mas não me deixe) em Breathe.
Look around (olhe ao redor) – Dorothy olha ao seu redor.
And all you touch and all you see (tudo que você toca e tudo que você vê) – Dorothy, segura o braço de um do personagens.
Dig that hole (cave o buraco) – o fazendeiro aponta para o chão.
Balanced on the biggest wave (equilibrando-se na maior onda) – Dorothy se equilibra numa cerca.
Share it, fairly (compartilhe, generosamente) – um Munchkin dá flores para Dorothy.
Moved from side to side (moveram-se de um lado para o outro) – os Munchkins, correm de um lado para o outro, quando surge a Bruxa Má do Oeste.
Black and blue (preto e azul) – quando é dito black, a bruxa é vista, com seu traje preto, e quando é dito blue, aparece Dorothy, com sua roupa azul.
With… without (com… sem) – em with, Dorothy está com Totó nos braços e, coloca-o no chão, conforme é dito without.
Home… home again (em casa… em casa novamente) – quando Dorothy volta para casa.
« Last Edit: July 24, 2014, 10:42:40 am by мαsŧєr »

мαsŧєr

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Posts: 11
  • Bark at the Moon
    • View Profile
Re: Welcome to SMFNew
« Reply #4 on: July 22, 2014, 03:30:33 pm »
Oração a São Cipriano e Santa Justine

Ó Deus Onipotente e Eterno, que por meio de vossa serva Justine, com quem vou perder a vida temporal para alcançar a eterna, eu vos peço humildemente perdão de todos os malefícios que cometei durante o tempo que meu espírito esteve preocupado com o dragão infernal; em pagamento do sacrifício de minha vida, suplico-vos que minhas preces sejam ouvidas a favor de todos aqueles que de bom coração, vos suplicarem a saúde de seu corpo e alma, recordando-vos, Senhor, que com uma só palavra tirastes o maligno espírito daquele santo varão de que nos fala a Escritura, que ressuscitastes Lázaro, morto há três dias, que devolvestes a vista ao santo Tobias, cego por instigação de Satanás, que sois o soberano Dominador de vivos e mortos. Compadecei-vos, Senhor, de todos aqueles que sabeis serem vossos por sua fé, esperança e boas obras, e vos suplico que aqueles que estejam ligados com feitiços, bruxarias ou possuídos do espírito maligno, os desateis para que possam, com toda liberdade, vos servir com tantas e boas obras e que os desenfeiticeis para que possam usar de seu arbítrio em vosso serviço, que os desembruxeis para que o lobo raivoso não possa dize que tem domínio sobre alguma ovelha de vosso rebanho, comparada a custo de vosso preciosíssimo sangue derramado no monte do Gólgota.

Livrai-nos, Senhor Todo Poderoso, do anjo rebelde, para que, já livres do inimigo comum, vos louvemos, bendigamos, adoremos, exaltemos, santifiquemos e confessemos a Vós, ao Pai e ao Espírito Santo, com todo o coro de Anjos, Patriarcas, Profetas, Santos e Santas, Virgens, Mártires, Confessores de vossa Santa Glória. E vos suplico Senhor, que em nome de Santa Justine, preserveis ao vosso servidor Nome de todos os malefícios, perfídias, enganos e ardis de Lúcifer, e de perseguir vosso Santo Nome, que para sempre louvado seja. Preservai a vista, o pensamento, as  obras, os filhos, os bens, animais, semeaduras, árvores, comestíveis e bebidas, não permitindo que vosso servidor Nome sofra qualquer investida do demônio, antes; iluminai-o dando-lhe a vista conveniente para ver e observar vossas maravilhas na obra da Natureza; retificai meu entendimento para que possa contemplar vossos favores, e dirigir os negócios a um bom fim; desatai minha língua para cantar os louvores de vossa bondade, dizendo: Louvado sejais, Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, três pessoas em um só Deus, que tudo criou do nada; se tenho preguiça nas ações, dignai-vos fazer que a preguiça de mim fuja, para poder me empregar em ações de vosso agrado; se má direção houver nos bens, filhos e demais dependentes deste vosso servidor Nome, suplico-vos Senhor, a troqueis em boa, para empregá-la em todo vosso santo serviço; e finalmente, aceitai, ouvi e concedei-me o que eu vos vou pedir em paga do sacrifício que fizeram de suas vidas vossos mártires Cipriano e Justine, com as seguintes preces:

– Senhor, apiedai-vos de mim.
– Jesus Cristo, apiedai-vos de mim.
– Senhor, ouvi-me.
– Jesus Cristo, ouvi-me.

– Deus Pai, que estais no Céu. Deus Filho, redentor do mundo. Deus Espírito Santo, apiedai-vos de mim. Santa Trindade, apiedai-vos de mim.
– Todos os Santos, Apóstolos, Evangelistas e Discípulos do Senhor, rogai por mim. São Sebastião, São Cosme e São Damião, São Roque, Santa Lúcia e São Lourenço, rogai por mim.

– De todo mal, livrai-me Senhor.
– De todo pecado, livrai-me Senhor.
– Da vossa ira, livrai-me Senhor.
– De morte repentina, livrai-me Senhor.
– Dos laços do demônio, livrai-me Senhor.
– De relâmpagos, trovões e tempestades, livrai-me Senhor.
– De terremotos, livrai-me Senhor.
– Da ira, ódio e má vontade, livrai-me Senhor.

– Anjos do Céu, ouçam-me. Prestai-me vossa ajuda. Sem vós, meu coração perde toda a sua força.
– Fiquem cheios de confusão os que tentam contra a minha vida espiritual.
– Eia, eia! - Vão eles gritando. - Logo cairás em nossos laços; seguiremos os teus passos e neles acabarás caindo.
– Mas, os que amais, Senhor, e vos honram dia e noite, por isso que invocam o seu Libertador.
– Deus clemente, Vós conheceis minha miséria, minha pobreza e minha fraqueza; não me negueis vosso auxílio.
– Sejais, Senhor, meu defensor na perseguição de meus inimigos.
– Fugi, amigos de minha desgraça; em meu Deus encontrei graças; fugi.
– Que estes inimigos sejam confundidos e afastados, Senhor.
– Que venham trovões e tempestades de más influência, para que se afastem da minha presença.
– Sejam inúteis, Senhor, os passos de meus inimigos. Livrai-me de suas emboscadas, Senhor.
– Concedei-me essas graças, Senhor.
– Salvai, Senhor, vosso servo; eu vos suplico por vosso amor.
– Senhor, ouvi minha súplica; e que o grito de meu coração cheguei até Vós meu Deus.

Deus meu, cujo principio é apiedar-se e perdoar o pecador, acolhei benigno a minha súplica e fazei por vossa clemência e piedade, que eu e quantos estejam amarrados com o laço da culpa, seja desamarrados e absolvidos; também vos rogo, Senhor, que mediante a intervenção do glorioso mártir São Cipriano, sejamos livres de todo malefício e poder do espirito mau. Assim seja.
« Last Edit: July 22, 2014, 03:35:08 pm by мαsŧєr »